Tecnologia

O que é Clubhouse? Conheça essa rede social!3 min leitura


Se você também está se perguntando o que é Clubhouse, de tanto ouvir os outros falarem na internet sobre essa rede social, vem com a gente entender mais sobre a novidade!

Esta rede social permite que você crie e participe de “salas”, onde você pode conversar com outras pessoas em uma grande chamada de conferência. Não há vídeos, texto ou mesmo fotos — apenas áudio.

Os membros podem sair e entrar da chamada a qualquer instante, tornando qualquer sala em uma local de reunião pública. Abaixo, trouxemos tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Confira!

O que é o Clubhouse?

O Clubhouse foi fundado em abril de 2020 como um aplicativo iOS. É caracterizado como um novo método de rede social fundamentado na voz. Atualmente, tornou-se popular após o CEO da Tesla, Elon Musk, exibir-se no aplicativo.

Uma vez que é utilizado apenas a voz, o Clubhouse almeja que você não se prenda com “contato visual, onde você está ou o que você está vestindo”. Você pode usar o aplicativo enquanto faz o que quer — seja dobrar roupas ou ir para o trabalho — e, como não há como digitar e enviar, toda a sua emoção, inflexão e entonação são emitidas com clareza por meio da voz.

Segundo o The New York Times, em dezembro de 2020, o Clubhouse já contava com cerca de 600.000 usuários. Como é somente para convidados, você não pode meramente baixar o aplicativo e virar membro.

Embora você possa instalá-lo e abri-lo, o aplicativo só permite que você registre interesse e reserve uma alça. Em seguida, ele envia todos os interessados ​​para uma postagem no blog especificando o motivo da espera pelo convite.

Como funciona o Clubhouse?

O Clubhouse gera um espaço onde os membros podem se encontrar para ouvir, hospedar e, em alguns eventos, interagir em conversas dentro da plataforma do aplicativo. Ao abrir o aplicativo, você verá uma lista de salas, bem como uma lista que mostra quem está em cada sala. Você pode entrar na sala tocando nela ou então iniciar a sua própria sala.

Até agora, a maioria das salas Clubhouse tem uma vibração TED Talk, com um convidado falando e todos os outros ouvindo. Outros usuários podem entrar na conversa quando considerado adequado por um administrador, mas isso pode ser raro dependendo do chat.

Geralmente existem dezenas de conversas ocorrendo simultaneamente, possibilitando que os membros possam intercalar entre palestras e assuntos baseado em seus interesses.

Como entrar no Clubhouse?

A primeira coisa a saber é como se associar. Porém, infelizmente, a resposta a essa pergunta é “você provavelmente não pode”.

Como vimos, o Clubhouse é apenas para convidados. Isso significa que qualquer pessoa que queira se associar deve ser convidada por alguém que já tenha uma conta. Você ainda pode baixar o aplicativo e colocar seu nome na lista de espera, mas não há garantia de que algum dia obterá uma conta dessa forma.

Além disso, o Clubhouse está disponível apenas para usuários do iPhone. Porém, o CEO do Clubhouse, Paul Davidson, disse que o aplicativo se tornará disponível para todos, incluindo usuários de smartphones com sistema Android.

O que vem a seguir para o Clubhouse?

O Clubhouse construiu sua reputação com conversas conduzidas por grandes nomes como Oprah Winfrey, Mark Zuckerberg e Elon Musk. O aplicativo já é considerado um grampo entre o Vale do Silício e personalidades do entretenimento. Ele ainda obteve uma avaliação de mais de US $1 bilhão, apesar de ter sido fundado há menos de um ano.

O Clubhouse tem planos de se expandir ainda mais e, eventualmente, ocupar seu lugar entre outros grandes sites de mídia social, como Facebook ou Twitter.

Em suma, a dinâmica tecnológica tende a não parar. Agora que já sabemos o que é Clubhouse, basta esperar para chegar sua vez de participar desta que promete revolucionar a dinâmica atual das redes sociais.

Gostou do conteúdo? Aproveite para seguir nosso Instagram e ter muito mais artigos!

Tecnologia
Samsung A10 é bom? Veja nossa opinião sobre a linha A4 min leitura
Tecnologia
Séries novas da Netflix: conheça as 5 melhores de 20213 min leitura
Tecnologia
Evolução das mídias sociais dos anos 90 até aqui8 min leitura